Mães jaraguenses relatam ser prontamente atendidas no Hospital Estadual e elogiam o cuidado que as equipes têm com pacientes e recém-nascidos

Por Hélmiton Prateado

O Hospital Estadual de Jaraguá Dr. Sandino de Amorim (HEJA) se tornou referência na Região do Vale do São Patrício em atendimento humanizado, com destaque para a especialidade de ginecologia e obstetrícia. Depois de longos anos sem efetuar partos a unidade passa por uma constante alegria com os nascimentos que voltaram.

Mulheres grávidas de Jaraguá e região podem fazer o acompanhamento pré-natal na rede pública sabendo que têm atendimento garantido no Heja quando chega a hora de darem à luz seus filhos. Médicos obstetras, anestesistas e pediatras estão sempre prontos para socorrer as parturientes e seus filhos, tanto para partos naturais ou cesáreos dependendo da avaliação da assistência.

Nessa terça-feira, 9, foi a vez da dona de casa Itamires Santos, dar à luz seu rebento Ruan Lucca dos Santos. Toda feliz com a chegada do caçula ela relata que foi atendida rapidamente e o parto foi fácil e descomplicado com a ajuda dos profissionais do Heja. “Eu já havia feito o acompanhamento no posto de saúde e chegando aqui fui atendida rápido, com muita atenção pelos médicos, enfermeiros e até a comida é de primeira”, conta.

Aos 33 anos e com outros cinco filhos, a alagoana Itamires, estava alegre e risonha com outra mãe em trabalho de parto que esperava sua hora na unidade. “Vai ser tranquilo, tenha fé”, dizia ela. A jovem, porém, experiente mãe, teve o primeiro filho ainda em Alagoas e mudou-se com a família para Jaraguá. Sobre o atendimento recebido no Heja ela diz dar nota 1.000 para a atenção que recebeu. “Tudo aqui é muito bom para nós e só temos agradecer”, finaliza.

Ajustar fonte