Ação tem como objetivo ampliar o conhecimento sobre a doença e esclarecer dúvidas acerca do contágio, diagnóstico e prevenção

Profissionais do Hospital Estadual de Jaraguá Dr. Sandimo de Amorim (Heja) ministraram na tarde desta quinta-feira, 26, uma capacitação referente à protocolos de biossegurança voltados à prevenção da proliferação da Covid-19 para a Secretaria Municipal de Educação de Jaraguá.

A ação tem como objetivo ampliar o conhecimento sobre a doença e esclarecer dúvidas acerca do contágio, diagnóstico e prevenção. A coordenadora do SCHI do Heja, Dyanny Teixeira Moreira, abordou sobre a doença desde o início da pandemia. “Estamos diante de mais um desafio na saúde, é importante esclarecer dúvidas sobre o tema e auxiliar nas informações de prevenção. Lembramos a importância da prevenção com a higiene das mãos com água e sabão e o uso de álcool em gel, a melhor arma de combate ao vírus”, disse.

A palestrante falou sobre o panorama geral da pandemia com as informações mais recentes que se têm sobre o coronavírus. Além disso, alertou para a necessidade de pequenas atitudes na prevenção ao vírus, como, por exemplo, a higienização das mãos.

A coordenadora de Enfermagem do Heja, Edna Ribeiro de Almeida, falou sobre uma das formas de contágio do coronavírus, o contato com superfícies e objetos contaminados. “No caso de utensílios e objetos, a limpeza com água e sabão é considerada eficiente para a descontaminação do coronavírus”, explicou.

Na desinfecção de superfícies, o primeiro passo é utilizar apenas produtos desinfetantes regularizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Não é recomendável o uso de produções caseiras, pois podem acarretar riscos à saúde e não serem eficazes”, reforçou Carlos Eduardo, coordenador de higienização do Heja.

Fonte: Jornal Diário da Manhã.

Ajustar fonte