Hospital de Jaraguá passa por reformulação, recebe equipamentos novos e implanta serviços de ponta. Parceria entre Governo de Goiás e Prefeitura foi fundamental para modernização

O Hospital Estadual de Jaraguá Dr. Sandino de Amorim (HEJA) está de cara nova no aspecto físico, com equipamentos novos e serviços otimizados. A nova formatação é resultado de uma equação que envolve o Governo de Goiás, através da Secretaria Estadual de Saúde e a Prefeitura Municipal de Jaraguá. “Buscamos dar um salto de qualidade no atendimento e nos serviços prestados com uma estrutura renovada e dinamizada para garantir melhor atendimento à população de Jaraguá e região”, explica o diretor-geral Paulo Henrique Fernandes.

Desde que a nova administração assumiu os serviços as mudanças começaram a ser implementadas e os resultados fluíram. Nos últimos 30 dias a mudança foi mais bem percebida pela população que busca o hospital para atendimento e pelos colaboradores. A primeira mudança foi na fachada que ganhou cores novas e pintura renovada, mantendo o nome do homenageado e da cidade em destaque.

Em respeito aos protocolos de enfrentamento ao Covid-19 a triagem para casos suspeitos não se mistura com outras demandas e tudo é encaminhado com fluxo distinto. Na estrutura física as mudanças foram mais significativas para os colaboradores. Esterilização de materiais e equipamentos com sistemas novos e estoque ampliado com a garanta de que nenhum.

 

 

Uma moderna cozinha foi instalada no local e as 150 refeições diárias agora são preparadas na própria unidade, facilitando o serviço de nutricionistas, cozinheiros e auxiliares que disponibilizam café da manhã, lanche, almoço, jantar e colação nas horas agendadas com qualidade e segurança para pacientes e funcionários.

Os enxovais de trabalhadores da saúde e pacientes internados, além da rouparia dos leitos, tudo passa pelo controle de qualidade dentro da própria unidade. Uma lavanderia completa, com autoclave, secadora e outros equipamentos foi montada no local destinado a esse fim e o enxoval completamente renovado.

Na assistência à saúde, objetivo fim do HEJA, foram adquiridos equipamentos novos como respiradores e bombas de infusão e a rede de gases foi ampliada e modernizada. Agora até as enfermarias destinada a tratamento de Covid-19 têm rede de gás para garantir efetividade na cura de pacientes internados.

 

 

 

Fonte: Jornal Diário da Manhã

Ajustar fonte